quarta-feira, 21 de novembro de 2007

O MENOR OUTDOOR DO MUNDO

P.: Realmente não sei como fazer para dar destaque ao meu diferencial e causar a tal da boa "primeira" impressão, que a que fica, não é? Não tenho tanta grana assim para investir em mim mesma! como eu faço? Cristina, Rio
R: Cristina, dinheiro não é tudo. Ajuda, mas não é tudo. Se dependesse só de grana, então as pequenas empresas estariam perdidas! O importante é definir prioridades e separar o que é urgente daquilo que é importante. Urgente é apagar incêndios. Importante é evitar que eles ocorram! E embora a primeira impressão seja importante, é claro que sempre existe uma segunda oportunidade. Mas desfazer uma imagem que já foi construída é bem difícil e caro. Por isso, vale a pena investir na primeira impressão, usando criatividade.

CARTÕES MARCANTES
Um cartão de visitas é como um pequeno outdoor: tem que dar impacto e transmitir a idéia daquilo que a empresa é. Claro que muitas pessoas já possuem o cartão empresarial, do local onde trabalham. Nestes, não dá para mexer. Mas é possível ter um cartão pessoal, e caso o profissional, seja pelo cargo que ocupa, seja pela sua situação, não tiver o seu cartão, mais um motivo para desenvolvê-lo. Ao elaborar este pequeno outdoor ambulante, dá para aplicar as mesmas dicas que são usadas na criação de um outdoor que está nas ruas.

O ESSENCIAL, SEM SER INVISÍVEL
O outdoor, assim como um cartão, deve permitir leitura rápida - no caso do outdoor, são 3 segundos para transmitir a mensagem! Muita gente quer fazer um noticiário no outdoor. Não dá. Ao querer dizer tudo, acaba não se dizendo nada... Portanto, é preciso focar a criatividade para transmitir a mensagem desejada. O cartão de visitas de um advogado, por exemplo, é bem diferente de um cartão de visitas de um estilista, porque são competências diferentes que precisam ser enfatizada. Mas dizer pouco é diferente de dizer NADA!

FACILITAR E NÃO COMPLICAR
Ser diferente, causar impacto, mas sem complicar. Em criação publicitária, vale a regra da ciência: as leis e equações mais importantes são simples e elegantes. Lembre-se do E=mc2, de Einstein. A questão não é só chamar atenção (o primeiro A, da fórmula publicitária AIDA), mas chamar a atenção positivamente. Um cartão de visitas E-N-O-R-M-E pode chamar muita atenção. E daí? Onde será guardado? Vai causar mais transtorno do que vantagem, com destino certo para a lata do lixo. O que se quer destacar? Vale a pena também olhar o que os concorrentes - outras pessoas com os mesmos interesses - estão oferendo. Um cartão bem feitinho e bem impresso não é caro e vai gerar muitos lucros.

A ESTRATÉGIA
1. Definir os pontos fortes da personalidade ou profissão é o ponto de partida para construir o desing do cartão.
2. Faça vários rascunhos (roughs, pronuncia-se ráfis) e ouça a opinião dos outros. Se não tiver jeito para desenho, tudo bem: discute com um amigo ou com o próprio pessoal da gráfica - as empresas de copiagem hoje fazem este trabalho em pequena quantidade e preço acessível.
3. Selecione as informações mais importantes para colocar e facilite sua identificação no cartão. Ele é um porta-voz a distância, um porta-voz virtual, quando você não estiver presente!
4. A tecnologia facilitou o uso de "truques" e firulas. A não ser que você trabalhe em circo, evite palhaçadas.
5. Não seja econômico na distribuição do cartão: ele é o ponta pé para formar uma rede de relacionamentos.

O link abaixo traz uma seleção de cartões muito bacanas. Inspire-se neles!
cartões bacanas

6 comentários:

kleber disse...

Realmente concordo: cartao é algo sensacional, porque um cartao bem feito diz tudo... Vou fazer o meu e já! não sei como não tinha pensado nisto antes. Kleber, SP

Bibi Move Scliar disse...

demorei também...
aliás, quanto você cobra pra fazer o meu cartão? (sei que trabalhas com essas coisas de diagramaão né?)

Dalia disse...

Otimas idéias neste link, mesmo. Mas acho que devia também ter um site com os piores cartões. Sabe aqueles que tem de um lado escrito "não vire este cartão"? E aqueles outros, de venda de gas, sempre com um homem botijão! O que você acha desta idéia? Porque com os piores a gente também aprende!
Dália, Fortaleza

maria disse...

Só para esclarecer, que cá ou lá é diverso; placas de rua e midia externa ou de exterior, isto tudo é outdoor. E gostei dos comentarios! Maria das Luzes, Cabo Verde

George disse...

será que se eu enviar minha idéia de cartão você daria uma opinião? Pode ser? George,SP

Celinha disse...

Muito interessantes as dicas e o link que mostra cartões super criativos. Vou indicar a amigos sem muita imaginação...rs