segunda-feira, 3 de dezembro de 2007

CIÚME DE VOCÊ

P: Acho que não vai ter nenhuma estratégia de marketing e propaganda para o meu caso. Tento me controlar, mas não consigo: sou ciumenta mesmo! Já teve namorado que rompeu comigo por conta disto. Mas ciúme é sinal de amor. Ou não? O que posso fazer? Nádia, Montes Claros

R: Nádia, o que o ciumento quer? Garantir a fidelidade! É tudo que as empresas desejam - e se a gente considerar que o ciúme é algo obsessivo, que geralmente é um exagero ou distorção da realidade, dá para aprender um pouquinho com o marketing, sim. Ciúme é que nem aquele vendedor que gruda no pé: você diz que está só dando uma olhadinha, mas ele continua insistindo... Você diz que não ficou bem, ele fala que ficou fantástico! Ou seja, por mais que se diga uma coisa, o ciumento entende outra. Esta foto mostra bem como nem sempre o que vemos é real! Responda: onde estão os camelos?

Os camelos são as pequenas manchas em branco. O que está em preto é a sombra!

DECISÃO TOMADA
A percepção da realidade pode ser facilmente distorcida (a propaganda subliminar está aí para comprovar isto). No amor é a mesma coisa – se a pessoa está com alguém, é porque quer. Se não quiser... Com ciúmes ou sem ciúmes, nada feito! Para conquistar a fidelização, as empresas partem do princípio de que é mais fácil manter a relação com um cliente, do que conquistar outro, só que é impossível conquistar na marra. Elas ficam atentas ao que o cliente quer, falam a sua linguagem, dão liberdade de escolha, prometem e cumprem. Quer coisa pior do que aquelas empresas, quando você vai reclamar de alguma coisa, ficam sempre desconfiando? Até parece que todo mundo está querendo sempre passar a perna no outro.

QUEBRA DE CONFIANÇA
O problema é quando ocorre a quebra de confiança - caso de produtos com defeitos, prazos de entrega falsos e daí para frente. O PROCON esta aí e não nos deixa mentir. A confiança entre empresa-cliente é construída sem intrusão, mas com parceria, lado a lado. O cliente tem um problema e o produto ou serviço oferecido RESOLVE este problema e ainda oferece um benefício adicional. Se a empresa em vez de ser parte da solução do problema cria outro... Fora com ela! E são muitas as empresas que sumiram do mapa, por não respeitarem o cliente, seus hábitos e forma de pensar. A Campbell, cujas latas de sopa foram imortalizadas por Andy Warhol (sim, o mesmo da frase "todos terão direito a 15 minutos de fama", que o famigerado programa Big Brother confirmou), tentou conquistar o mercado brasileiro. Não conseguiu. Motivo? Ignorou as características culturais de quem de fato decide: o consumidor.

A ESTRATÉGIA
1. Desconfiar é erro fatal. Espanta mais do que alho espanta vampiro.2. Colocar-se na posição do outro é difícil, mas não impossível. Entender como e porque o outro age desta ou daquela forma ajuda – e muito.
3. Invista em criar espaços de espaços de liberdade e opção.
4. Antes de tomar o incerto pelo certo, é bom olhar duas vezes o cenário. As aparências enganam!

3 comentários:

Depois dos 25, mas antes dos 40! disse...

Estou amando todas as perguntas e já já vou mandar as minhas. Sobre o ciúme, moderado é sempre bom. Mas deixa eu comentar seu texto do lado??? Fico boba com esta história de TV Digital, qto mais pobres as pessoas de um país mais alienadas são pela TV. Gosto de assistir TV claro, mas tudo tem limite. Te garanto que na Finlândia as crianças começam a ler muuuito desde pequenas e isso é que faz um grande país e não TV's cada dia mais modernas.

Beijocas milllllllllllllll

Anônimo disse...

Olha, encontrei no seu blog alguma coisa de genial e especial. Responder as perguntas das pessoas pela otica do marketing. Adorei, adorei, adorei. Muito obrigada por ir me visitar para eu chegar ate aqui. Vou elaborar minhas perguntas, que sao muitas, para voce responder. Mas acho que vou te mandar via e-mail e ai voce coloca um "pseudonimo" ou ou "nick" para ficar mais linguagem blogeira ta? Beijos,
Camille

Bibi Move Scliar disse...

também não adinta nada ficar com ciúmes e espernear né? baaaaaaaaa você comprou a sopa da marca concorrente!!!!!
Melhor é investir em um sabor único e embalagem atrativa...hehehe
Outra coisa: nem todos os produtos são para todos os consumidores. Aceite se o cara acabar optando pela Campbell ( a Naomi??) no final.