quinta-feira, 15 de maio de 2008

Idéias na prática

P: Eu penso em tantas coisas para fazer e, modéstia a parte, minhas idéias são mesmo muito boas. O problema é que não consigo colocar em prática. Se eu conseguisse... Miriam, Cintra

R: Muita gente diz que não é criativa, ou que não tem idéias (o que é uma grande bobagem: todos nascem criativos: os bloqueios são construídos no decorrer da vida!). Outras, ao contrário, parecem uma usina de idéias. Em qualquer situação, para qualquer assunto ou problema, já apresentam uma saída, uma proposta, algo a ser feito. Geralmente, são idéias muito boas. Mas... colocar em prática é outra história! Parece ser o seu caso.

Concretizando objetivos
Existem vários motivos que levam as pessoas a deixarem as idéias no plano abstrato. Vou comentar dois. Um, a falta de referências concretas. O outro, a busca pela perfeição. Há um caso muito famoso, que é um bom exemplo: a criação do walkman. Sim, houve uma época em que não existia walkman, ouvia-se música em vitrolas e toca-discos. Eram verdadeiros móveis, que enfeitavam a sala para as reuniões, dança e muito namoro. Pois bem. Akio Morita, o fundador da Sony, teve a idéia de fazer um aparelho pequeno, portátil, para ouvir sozinho a música que bem entendesse. Todo mundo achou que ele era maluco! –Ouvir música SOZINHO??? Música é algo para socializar.... Akio insistiu. Os engenheiros não conseguiam colocar em prática a idéia (difícil visualizar algo que ninguém fez antes!). Lá pelas tantas, ele colocou um tijolo na frente dos engenheiros e disse: - Quero um aparelho deste tamanho. Pronto. A idéia deslanchou. O produto foi sucesso absoluto e mudou totalmente o ato de ouvir música. E o tamanho de um tijolo ficou bem para trás...

A perfeição
Mas digamos que Akio insistisse em um produto perfeito – mais leve, minúsculo mesmo, como os atuais ipods. Posso até ouvir a voz de sua mãe, de seus professores e mestres, sussurrando: -Você tem que ser o melhor, o perfeito! Se ele tivesse escutado esta gente, estaríamos esperando até hoje pelo walkman! Quer dizer que não basta ser adequado? Acho que sim. Ou seja: as idéias são colocadas em prática do jeito possível, não ideal. São aperfeiçoadas com a contribuição de todos. Aceitar este trabalho de equipe é outro grande desafio para transformar idéias em prática. É necessário dividir os louros do sucesso e enfrentar um trabalho duro, braçal, de aperfeiçoamento. Só de pensar nisto (mesmo inconscientemente), algumas pessoas acabam desistindo antes de começar. Até que vem outro, tem uma idéia parecida e resolve arriscar... Cobrindo-se de glória (e dinheiro, muitas vezes!). Tem um publicitário muito famoso em São Paulo (famoso mesmo, cheio de prêmios – o desinfeliz ainda vive, não posso citar o nome!), absolutamente detestado pela sua equipe. Cansei de entrevistar gente que trabalhou com ele: sempre reclamavam que ele nunca dava os créditos para quem havia ajudado a desenvolver as campanhas publicitárias. Simplesmente, “pegava” as idéias e colocava em prática, esquecendo o resto do time. Hoje, ele é o tal. Os outros? Apenas os outros. Injusto? Com certeza, embora seja preciso reconhecer: ele sabe identificar uma idéia fabulosa. Aprendemos assim: é preciso agir, antes que outros o façam.

A estratégia
1. Tire a idéia da cabeça e transporte-a para o mundo concreto: escreva, faça um desenho, uma colagem, qualquer coisa que permita a visualização.
2. Detalhe as etapas necessárias para colocar em prática a idéia.
3. Estabeleça os principais desafios a serem vencidos (Dinheiro? Tempo? Contatos?)
4. Utilize sua rede de amigos, monte sua equipe e parta para a ação!

PS: Não escreveu a-i-n-d-a para participar do sorteio dos cartões personalizados? Escreveu mas não está na lista? Escreva já ou reclame! A lista para o sorteio está assim:
1. Denise BC
2. Verônica
3. Ricardo Rayol
4. Nina
5. Janaina
6. Simone, corpo, mente e arte
7. Georgia
8. Luma
9. Elena
10. Lunna
11. Lulu on the sky
12. Marco
13. Aninha Pontes
14. Ceci
15. Chuvinha
16. Betho Sides
17. Maria-sem-vergonha
18. Anlene Gomes
19. Cristiane
20. Bel
21. Depois dos 25, mas antes dos 40
22. Lucia Cintra Stevenson
23. Ângela
24. Maira
25. LM
26. Fernanda
27. Sonia
28. O meu jeito de ser
29. New
30. Marius Queiroz

15 comentários:

Ricardo Rayol disse...

Uai eu jurava que tinha escrito.

e quanto a idéias eu tb as vezes me perco no processo, mas no meu caso preciso de um empresário rs.

Verônica disse...

Legal este post. Temos q trabalhar para q as coisas acontençam, mas a idéia do possível é bom frizar. Vou seguir o possível e trabalhar com ele.
bjs

Fernanda - www.fernandafranca.com disse...

Pode botar meu nome na lista porque... porque eu adoro um sorteio e porque adoro o seu blog ;o) beijo grande, Fernanda.

Sonia Vasconcelos disse...

Olá, grata pela visitinha.
O meu dia das mães foi bom, estava com minha mãe e sem meus filhos pq moram fora.Mais nesta caso a net ajuda.
Que bom que tem netos e eu ainda a espera, estão casados , mais ainda não planejaram.
Quero colocar meu nome da lista do sorteio.

bjs

simone disse...

Oi Ethel,amei esse post, eu me identifiquei com a moça, tenho mtas idéias e boas a dificuldade é por em prática, mas estou melhorando bastante , o brincante é um exemplo disso, mas com essas suas dicas colocarei algumas em prática.Muito agardecida.bjs. Simone

O Meu Jeito de Ser disse...

Muitas vezes duas ou mais cabeças pensando num mesmo objetivo, a coisa flui, e o sucesso será garantido.
Um beijo menina.

New disse...

Olá!
Obrigada pela visita e pelos elogios. Visitei seus blogs e também os achei excelentes. Parabéns! volte sempre que puder pois eu farei o mesmo.
Abraços.

Lulu on the Sky® disse...

Muito show Scliar, aproveitando informo q linkei seu blog.
Big Beijos

MARIUS QUIRÓZ disse...

Adorei aqui. Vou voltar mais vezes.

Parabéns pelo blog.

Bjos

Georgia disse...

Oi Ethel, tudo bem? Estivemos viajando...

Mas olha que esse seu bate papo de hoje é incrível. Conversei algo parecido ontem mesmo com o meu esposo. Eu tenho sempre as idéias "malucas", ele alemao, tem as idéias "ponderadas". Vamos chamar assim. Sempre que vamos mudar algo na casa ou no jardim, ele me pede nao sóa a opiniao mas como eu faria. Eu desenho, ponho tudo no papel ele acha lindo e maravilhoso. Mas nao fazemos. Por quê? Ele tem medo do "ser diferente", de "ousar". Acho até que já comentei isso por aqui.
Eu por outro lado nem fico mais animada de colocar num papel algum desses sonhos ou projetos. Domingo, vivemos algo interessante. Al´guns dos nossos amigos que viu algo que desenhei bem estilo mediterrâneo ousou fazê-lo no quintal deles e meu esposo adorou. Nosso amigo disse: Idéia da sua mulher e copiado por nós.
Deu para imaginar como ele se sentiu?

Mas é assim mesmo.

Amei seu post como sempre.

Boa semana

Lucia Cintra Stevenson disse...

Obrigado pelo posting, pois precisava "escutar" isso de novo. Tenho tantas ideias rolando na minha cabeca que nem sei por onde comecar. E ideias que nao saem da minha cabeca, que sei que sao importantes, mas preciso realmente dar o primeiro passo. Vou comecar isso hoje mesmo. bjos

Maria-sem-vergonha disse...

Em mim a criatividade gera um furor. às vezes, provoca sofrimento ( o conceito, o planejamento, o teste) e depois algo tão prazeros, próximo do orgasmo. E, às vezes, o processo criativo vem do ócio, do nada.
...o nada, ás vezes, preenche.
beijos

Maria-sem-vergonha disse...

ufa! consegui publicar o meu post.
é quarta vez que tento.
beijos com a luz da lua cheia

MARIUS QUIRÓZ disse...

Obrigadão pela visita!


Voltarei.

Bjo

Leda disse...

Esse post está estimulante, interessante, motivador! Algo exatamente para mim...Alguém com idéias mil e prática zero!
Obrigada! Ah, tb quero fazer parte do sorteio!Bjs