sexta-feira, 11 de janeiro de 2008

PARA SER LEMBRADA

P: Dizem que as mulheres estão sempre atrasadas, mas vou te contar... Meu namorido é o Rei do desligamento. Posso dar mil e um toques para ele fazer isto ou aquilo, lembrar de uma data especial ou um programa bacana. Ele nem está aí, recusa TODAS as indiretas. Agora, do futebol, ah, isto ele não esquece nunca! Como é que eu faço para concorrer com as peladas – as peladas de futebol, bem entendido? Mônica, Rio

R:
Este é o problema de qualquer empresa ou propaganda: como fazer para o cliente lembrar de mim? Como fazer para que ele opte por ficar com esta ou aquela marca, e não outra? E mais: depois que o cliente opta, como fidelizá-lo, ou seja, fazer com que ele retorne e lembre sempre que somos os tais?

EMPRESA INGRATA
Tem empresa que só se preocupa em conquistar novos clientes: oferece do bom e do melhor, descontos, brindes, mimos e afagos... Agora, aqueles que estão lá, firmes e fortes... Coitados! Ninguém os escuta. Esta situação do “já ganhou” pode levar a empresa a ficar em maré mansa – e o cliente irritado acaba abandonando-a por outra mais atenta. Com certeza você já deve ter vivido situações assim, cada vez mais comuns na telefonia, TV a cabo e sistema bancário, para falar só de alguns setores. Os clientes assinantes são assassinados e ignorados! Portanto, é preciso investir um pouco nesta relação cliente-empresa. No caso, nas relações afetivas.

XÔ, ROTINA!
Em propaganda, a gente sempre ataca em duas frentes: uma, é relembrar constantemente aquilo que o produto é ou faz, ou seja, porque ele foi escolhido. A outra, é dar um tratamento diferente para esta informação, porque senão, quem está vendo o comercial passa rapidinho por cima... Precisa ter um equilíbrio entre a novidade – que dá aquela balançada e chama atenção, tirando a pessoa da sua mesmice e fazendo ela lembrar: – Opa! Isto é bacana! E subliminarmente, induzir –Claro, você já sabia, é isto mesmo... Muitas vezes, a mensagem tem que ser motivadora, mas direta – ou quem está do outro lado não entende nada! Ruídos de comunicação.

NÃO ESPANTE O FREGUÊS
Não dá para fazer uma virada total, porque isto assusta, mas pequenas modificações quebram a rotina e causam certo clima de incerteza: lembrar de quanto é necessário manter gestos de atenção, mesmo com antigos clientes, amigos, parceiros. Um pouco de risco e criatividade faz bem ao corpo e à alma. Em propaganda, falamos para “não tirar o macaco”. É que quando apresentaram o roteiro do King Kong, o primeiro produtor falou assim: - Maravilhoso! Só não gostei do macaco. Dá para tirar?
Portanto, não é para espantar, mas também não elimine o que é essencial para fazer a diferença. E vale a pena insistir: a repetição é uma das chaves da propaganda. Nós sabemos: por mais lindas que sejam as pernas femininas, concorrer com as pernas futebolísticas é páreo duro! Chega a ser concorrência desleal. Mas lembre-se que até os líderes acabam desbancados: - mire-se no exemplo do Corinthians. Seu dia chegará.

A ESTRATÉGIA
1. Relembre os pequenos detalhes que foram utilizados para conquistar esta pessoa.
2. Faça um up grade nestas abordagens, para despertar a curiosidade e criar uma zona de incerteza.
3. Mude códigos, linguagem e abordagens, se não estiver tendo sucesso.
4. Não desista! O mantra da propaganda é “continuidade”.

7 comentários:

like Bridget Jones... disse...

oieee

Obrigada pela sua visita!
Feliz 2008 prá vc também, tudo di bom!!!
E como foi seu Natal e Reveillon??

beijoooooooooo

Angela

O Inconsciente disse...

Gostei muito do post "Trair e coçar"..concordo plenamente com a estratégia 4.
Beijos

ju k disse...

ethel, tudo de bom pra vc e pra esse blog que é bem legal mesmo, muito interessante. e aí, pronta pra ser vovó na ponte aérea internacional?bju

Ciça Donner disse...

Entao nesse caso a soluca seria vá ao futebol com ele e faca ele??? desisto da propaganda

Scliar disse...

Oi pessoal! O ano aqui começou a mil... Obirgada pela visita de todos! É que esta época é o tempo de fazer projetos. O problema é que fazemos "trocentos" mil projetos para sair um - quando sai! Mas de resto, foi lindo,com fogos, calor e tudo que tem direito no Brasil, viu ângela?

Lilian, que bom que você gostou do post! O problema é que quando a gente fica magoada, a tentação é sair atirando pedras ish...

Ju, e o apê, como está? Curtindo muiiito? Pois então, agora vou ser OBRIGADA a descobrir um jeito de ganhar dinheiro... Parece que a ponte aerea Floripa-Montreal é ligeriamente mais cara que Rio-Sampa. E ainda não inventaram o teletransporte!

Ciçaaaaaa!!! Desiste não! Você leva o "mór" jeito para publicitária! Depois explico mais..

Beijões zilhões para todas. Scliar

Lia Noronha disse...

Scliar: fazer a diferença...essa é a grande sacada do bem viver!
Fiquei feliz em te conhecer...trocaremos muitas idéias através dos nossos blogs.
Obrigada pelo carinho n meu Cotidiano.
Bjins

Depois dos 25, mas antes do 40! disse...

Concordo plenamente. O que tem de empresa que nos conquista e depois nos esquece... ai ai... Ë de matar!

Beijocas